Case Banco de Brasília (BRB)

Por: Gustavo Mendes

No começo de 2016, o Banco de Brasília (BRB) nos procurou buscando auxílio para o direcionamento de seus recursos investidos. A partir da nossa perspectiva, a solução para o problema do banco passava por um melhor entendimento acerca da conjuntura econômica do Distrito Federal. Dessa forma, propusemos como solução a elaboração de um boletim informativo sobre o tema. Devido à rigidez dos moldes da proposta apresentada, o contrato não foi fechado neste momento, mas mantivemos contato com a equipe do banco. Ao longo do ano de 2016, o projeto continuou sendo negociado entre as equipes. A intensa interação entre nós e o cliente permitiu uma melhor compreensão dos detalhes de sua demanda, possibilitando a elaboração de um produto que efetivamente resolvesse o seu problema. Em abril de 2017, foi fechado o contrato que contemplava a confecção de 4 boletins conjunturais econômicos trimestrais para o banco. A partir desse momento, entramos em contato com os professores do Departamento de Economia de nossa universidade (UnB), que é considerado o segundo melhor departamento de economia de universidades federais do Brasil. Consultando profissionais que são referência em escala nacional, pudemos amadurecer a estrutura do boletim, obtendo uma perspectiva mais acurada das diversas áreas contempladas.

A realização da análise econômica do DF é feita de maneira holística, partindo da apuração de diversos dados em escala macro, como o Índice de Desempenho Econômico do DF (Idecon – DF). Observamos primeiro qual foi o crescimento (ou retração) dos grandes setores de atividade econômica: agropecuária, indústria e serviços. Em seguida, explicamos o que causou o desempenho observado através da utilização de índices mais específicos acerca dos setores estudados. A análise não se resume apenas às atividades econômicas, são analisados fatores que as influenciam diretamente. Assim como o cenário macroeconômico nacional, características regionais, tais quais o mercado de trabalho, as finanças públicas, as intenções de investimento governamental e o mercado de crédito são detalhadamente estudados. Consequentemente, a tomada de decisão do banco pode ser realizada da maneira mais precisa possível. Similarmente à análise de desempenho econômico, os primeiros dados a serem analisados são mais abrangentes, como taxa de inflação, taxa desemprego, resultado primário governamental, nível de crédito, entre outros. A fim de entender suas variações e tendências, além de buscar os microdados relativos ao setor, entramos em contato com diversos profissionais das áreas analisadas.

O boletim foi considerado um sucesso pelo banco e já possui seis edições. O principal motivo para a continuidade do projeto é a capacidade de nossas equipes de incorporar os feedbacks passados pelo cliente ao boletim subsequente. A possibilidade de estarmos sempre inovando e nos adaptando às demandas do cliente, junto ao suporte fornecido pelos acadêmicos de economia e áreas do conhecimento adjacentes, como contabilidade e administração, permite o constante aprimoramento do projeto. Possibilitamos, portanto, uma maior satisfação do cliente a cada edição do boletim.

Valorize o seu
Tempo e Dinheiro
Com o Diagnóstico Virtual você não precisa sair de casa ou do trabalho para conversar com um especialista. O atendimento é 100% digital, sem custo e no dia e horário que você desejar.

Preencha o Formulário

Nome*:
Telefone (com DDD)*:
E-mail*:
Interesse*:
Informações Adicionais: